Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Feirante

8 dicas de organização de empresas para feirantes

organização de empresas

Para permanecer no mercado de forma competitiva, todo empreendimento precisa manter uma gestão eficiente. Isso é especialmente importante para a organização de empresas pequenas ou de microempreendedores individuais, como os feirantes, que precisam aumentar a produtividade, racionalizar os recursos e garantir o seu espaço.

Essa condição dos pequenos empreendimentos exige a busca constante de aprimoramento, recursos técnicos e informações relevantes para tornar a tarefa de administrar mais acessível.

Por isso, implementar algumas práticas de gestão é estratégico e pode ser relativamente simples, além de assegurar resultados mais significativos. Neste post, separamos 8 dicas que podem ajudar na organização da sua empresa e na geração de lucros mais expressivos. Confira!

1. Faça uma boa gestão de tempo

Para que o rendimento do trabalho seja efetivo, é essencial saber gerenciar o tempo de forma inteligente. Assim, a execução das tarefas pode ser concluída com mais rapidez e com o mínimo de desgaste.

Se você aprende a trabalhar de maneira proveitosa e tranquila, a tensão diminui e, consequentemente, a concentração aumenta, tornando-o mais atento aos detalhes. É isso que ajuda a aumentar a produtividade, elevar a qualidade de vida e reduzir o esforço.

2. Controle as finanças

A saúde financeira da sua empresa depende de um controle minucioso. Separar os recebimentos e os gastos pessoais dos empresariais é uma atitude que não pode esperar. Infelizmente, essa prática de misturar as contas é muito comum e responsável pelo fracasso de inúmeros empreendimentos que tinham tudo para dar certo.

Essa conduta é extremamente danosa para qualquer organização, uma vez que pode gerar sérios problemas contábeis, tanto para a sua empresa quanto para a pessoa física. O ideal é ter uma boa orientação de um contador de confiança, a fim de entender melhor as consequências de uma possível má gestão das contas.

Separar as finanças da empresa da sua conta pessoal facilitará o cuidado com as questões fiscais. Além disso, o progresso do desenvolvimento dos negócios ficará mais evidente, facilitando a previsibilidade real dos gastos e ganhos. Por isso, organize uma retirada mensal para as suas despesas pessoais e você verá como essa atitude deixará as coisas mais transparentes e tranquilas para lidar.

3. Monitore as despesas

Se você já está mantendo o controle das suas finanças, esse é um bom momento para riscar as despesas desnecessárias da sua gestão. Avalie criteriosamente os custos fixos e os variáveis e, assim, analise bem quais são as oportunidades de economizar naquilo que não precisa ser gasto.

Para tanto, faça um mapeamento de todos os processos internos para identificar onde estão os desperdícios e gargalos. Não deixe, ainda, de dar a devida atenção aos investimentos realizados no seu negócio. Eles também devem ser planejados de forma inteligente para evitar mais dívidas.

Essas medidas são importantes para ajudar a direcionar os esforços administrativos ao ajuste das soluções, a fim de aperfeiçoá-las frequentemente. Ao usar uma base efetiva de dados e fatos, é possível realizar arranjos que impactarão resultados melhores.

4. Gerencie bem o estoque

Saber gerenciar o estoque de produtos para feira é determinante para o controle do lucro e dos desperdícios. É indispensável fazer o monitoramento de cada item disponível, saber quais são os produtos que vendem mais, os que podem estragar com mais facilidade, os prazos de validade etc.

Por isso, o melhor gerenciamento de estoques deve obedecer ao conceito FIFO (first in, first out) que, em português, quer dizer: primeiro que entra, primeiro que sai. Esse é o método ideal para evitar que produtos estraguem antes de serem vendidos.

Administrar estoques corretamente impede, ainda, a ocorrência de investimentos supérfluos, que bloqueiam os recursos financeiros necessários para a destinação a outros projetos mais importantes ou para aplicações.

Fique atento, também, para não deixar faltar produtos que podem facilmente ser supridos por um concorrente. Lembre-se de que os clientes não gostam muito de esperar e sempre procuram um fornecedor que tem o produto disponível.

5. Evite acúmulo de tarefas

Procure se concentrar primeiro nas tarefas mais importantes, que realmente sejam relevantes no momento. Se for possível, delegue as funções rotineiras para outras pessoas que possam realizá-las.

Além disso, procure fazer tudo o que for programado para um determinado dia, evitando a tentação de deixar para depois o que pode ser resolvido agora. Esse tipo de atitude pode trazer sobrecarga posteriormente e, com isso, urgência para terminar o que já deveria estar pronto. Isso resulta em tarefas inacabadas ou malfeitas.

6. Organize o espaço da feira

O progresso de um negócio está sempre de mãos dadas com uma boa organização e isso inclui o espaço ocupado pela barraca na feira. O ambiente e a distribuição dos produtos devem ser compatíveis com essa ideia, além da área de circulação para facilitar a manipulação dos itens pelos clientes e pela equipe que ali trabalha.

Um local bem planejado, limpo, com tudo em ordem e de fácil acesso só contribui para a produtividade da equipe e a satisfação da clientela. Colabora, ainda, com a agilidade e o foco de quem está trabalhando e das pessoas que estão fazendo suas compras e precisam otimizar o tempo.

Procure melhorar o seu espaço todos os dias. Mesmo as mudanças pequenas podem fazer muita diferença na organização e no desempenho da sua pequena empresa.

7. Precifique os produtos corretamente

Muitas vezes, os resultados financeiros são decepcionantes porque os empreendedores falham ao precificar os produtos. Nunca deixe de considerar os custos operacionais e a margem de lucro de forma correta. Assim, você evita fixar preços abaixo ou acima do necessário.

Quando os preços são subvalorizados, produzem impactos negativos nos lucros e a supervalorização espanta os clientes, resultando em redução do capital de giro. Por isso, concentre-se na realização desse cálculo com o máximo de precisão, o que pode ajudar na determinação de novas táticas de vendas e ações promocionais.

8. Adote estratégias de marketing

Aposte em ações de marketing de forma bem planejada, com medidas criativas, de baixo custo e alto impacto. Experimente usar e-mail marketing alertando sobre promoções e novidades, um perfil em redes sociais, um blog com atualizações sobre o seu negócio e outras que facilitem a divulgação e o compartilhamento de informações pertinentes e do interesse do seu público.

Essas ferramentas tecnológicas são extremamente úteis, práticas e servem para qualquer tipo de negócio. Criam proximidade, facilitando o relacionamento, o que aumenta as chances de atrair novos clientes e fidelizar os antigos.

As estratégias para promover uma boa organização de empresas não apresentam nenhuma complicação. Apenas exigem um pouco de disciplina e são fundamentais para a eficiência e a saúde dos negócios.

Como anda a organização da sua empresa? Para começar a trabalhar nessa tarefa, saiba mais sobre a escolha dos materiais ideais para a sua barraca de feira!

Powered by Rock Convert