Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Caminhoneiro

Guia prático de como comprar um caminhão

Saber como comprar um caminhão é uma dúvida comum e que surge tanto para novos motoristas quanto para quem já tem um tempo de carreira e quer trocar seu veículo. Por mais que pareça algo simples, há muitas decisões importantes nesse momento. Um grande investimento precisa ser feito com cuidado, sempre considerando questões financeiras e de trabalho.

O método de pagamento, o tipo de caminhão, sua finalidade e até mesmo a marca são alguns detalhes que precisam ser pensados com cuidado. É isso que vai garantir que o veículo escolhido seja útil por bastante tempo. O problema é que nem sempre o motorista se sente seguro em fazer uma escolha tão importante como essa.

Este post vai ser um guia prático e fácil para ajudar todo caminhoneiro nesse momento! Saiba como funciona o processo da compra de um novo caminhão e todos os detalhes envolvidos.

Quais as diferentes formas de comprar um caminhão?

Comprar um novo caminhão pode ser o objetivo de motoristas que estão começando na profissão ou daqueles que já estão em atividade, mas querem trocar de veículo. Esse é um momento importante, já que se trata de uma decisão grande, em que bastante dinheiro estará envolvido.

Até por conta dessa questão financeira, uma série de dúvidas surgem. Afinal, ninguém quer ficar apertado ou fazer uma escolha errada quando se trata de algo que vai trazer o seu sustento. Entre os principais detalhes que envolvem essa compra está a forma de pagamento. Há diferentes métodos e eles precisam ser pensados com calma.

Para cada pessoa há uma possibilidade que se encaixa melhor à sua realidade. Por isso, o ideal é conhecer melhor os diferentes métodos de comprar um caminhão e quais são suas exigências e características. Confira, a seguir!

Financiado

O financiamento de caminhão é um método muito comum e bastante procurado, graças à possibilidade de, por meio de um carnê de pagamento, permitir que o veículo seja quitado em parcelas. O principal diferencial é que o tempo para abater a dívida é sempre bem amplo, o que pode durar até mesmo alguns anos. Assim, as parcelas saem mais baratas e cabem no bolso do trabalhador.

Para conseguir o financiamento, é preciso comprovar sua capacidade de pagar pelo caminhão, mesmo que o número de parcelas seja alto e que se estenda por anos. Essa análise é feita pelo banco que oferece o financiamento, como forma de garantir que o comprador vai cumprir com o compromisso firmado na assinatura do contrato.

Para motoristas que já têm seus caminhões, garantem um rendimento mensal, mas querem trocar de veículo, o financiamento pode ser uma boa alternativa. Ela proporciona certo conforto e segurança, sem precisar que uma grande quantia seja investida de uma só vez.

À vista

A opção à vista é sempre uma boa para quem tem o dinheiro disponível. No entanto, não é fácil ter valores tão altos já guardados e prontos para serem direcionados de uma só vez na hora de comprar um caminhão novo. A questão é que, se você tem esse valor, é necessário avaliar, primeiramente, se colocá-lo todo no veículo naquele momento não vai gerar um desfalque.

Ter um fundo emergencial é importante, então nem sempre a compra à vista vai ser confortável. Agora, se você está seguro e sabe que manterá dinheiro em caixa, mesmo comprando à vista, com certeza essa é uma ótima escolha. Isso evita que você precise se comprometer com uma dívida por bastante tempo, algo que afeta seu orçamento mensal nesse período.

Outra boa opção, que é um meio-termo nessa situação, é o pagamento de uma parte significativa do valor total do veículo. Ela pode ser combinada com um financiamento que, naturalmente, vai durar bem menos tempo e terá parcelas com um custo mais confortável.

Leilão

Muitos motoristas também querem saber como comprar um caminhão no leilão e, principalmente, se é seguro. É preciso se informar sobre quem faz esses leilões e se é uma empresa ou órgão autorizado. Caso esteja tudo regular, não há porque se preocupar, já que muitos dos caminhões oferecidos estão em bom estado, mesmo alguns não sendo novos.

Nesse caso, os preços são sempre bem mais baixos do que o normal, o que tem a ver com a condição em que esses veículos foram obtidos. Muitos são fruto de recolhimento compulsório, quando os antigos donos deixaram de pagar financiamentos e não puderam arcar com a dívida.

O ideal para quem quer participar do leilão é ter dinheiro guardado, já que a vantagem principal é poder pagar à vista por um veículo em ótimas condições, mas por um preço bem abaixo do mercado. Por isso, vale a pena ficar atento às oportunidades de leilões se você quer trocar de caminhão ou comprar um novo.

Consórcio

Por fim, o consórcio também é outra boa opção para quem quer investir e não tem pressa para ter logo um novo caminhão. Essa é uma forma de pagamento para quem já pensa no futuro, especialmente o motorista que tem seu veículo, mas sabe que daqui a algum tempo precisará ser trocado. É uma forma muito boa de se preparar sem pressa!

O consórcio funciona da seguinte forma: um grupo de pessoas, gerenciadas por uma administradora, contribui com um determinado valor mensalmente para o consórcio. A cada 30 dias, por meio de um sorteio ou um lance, um desses membros é contemplado com uma carta de crédito no valor total do caminhão.

Para muitos, a ideia do consórcio é muito vantajosa, já que nesse modelo há o compromisso de, mensalmente, aplicar o valor exigido. Além disso, não há taxas de juros sobre as parcelas. Se você tem dúvidas sobre como comprar um caminhão, principalmente por não conseguir guardar dinheiro, o consórcio pode ser a opção ideal!

É melhor comprar caminhão novo ou usado?

Se você tem buscado mais informações sobre como comprar caminhão, certamente se pegou em dúvida sobre a melhor escolha: novo ou usado? Realmente é difícil tomar essa decisão, já que muitos caminhões usados estão em ótimo estado de conservação, sendo até mesmo melhores do que veículos novos, mas menos potentes ou com menor qualidade.

Essa é uma decisão que não é simples de ser tomada, já que há muita coisa envolvida na hora de optar por uma das possibilidades. A seguir, veja o que deve ser observado em cada uma delas e descubra qual tipo de caminhão é melhor para você!

Caminhão novo

É difícil analisar a possibilidade de comprar um caminhão e não pensar em um veículo novo. Quilometragem zerada, carroceria sem nenhuma avaria e a certeza de que você vai começar seu trabalho com o que há de melhor são algumas das vantagens.

Para muitos motoristas, adquirir um veículo zero é a única opção possível, tendo em vista que o desgaste de caminhões é alto e isso pode prejudicar o próximo dono. No entanto, nem tudo são flores!

Não dá para negar que um caminhão novo vai ter um custo bem maior do que um usado e isso é um ponto decisivo na hora da escolha. Por mais que haja possibilidades de fazer um financiamento ou, até mesmo, ter o dinheiro para pagar à vista, no fim das contas, o valor pode não ser tão atrativo.

Sem considerar essa parte, pensando só em desempenho, comprar um veículo zero é acertar em cheio e simplesmente não ter nenhuma preocupação com questões mecânicas e de conservação. O caminhão vem direto de fábrica e pronto para o trabalho forte. Para muitos, mesmo com o investimento maior, essa é a questão mais importante, o que faz todo sentido!

Ao comprar um caminhão novo, o motorista vai encontrar vantagens como:

  • parte mecânica zerada;
  • nenhum desgaste;
  • quilometragem zerada;
  • maior tempo de uso;
  • cobertura de garantia para peças e equipamentos;
  • maior capacidade de desempenho, graças às novas tecnologias.

No entanto, há também alguns fatores não tão positivos. São eles:

  • custo bem mais elevado;
  • incerteza sobre o desempenho do modelo.

Caminhão usado

Um caminhão usado nunca deixará de ser uma ideia muito interessante, por mais que o natural seja buscar um veículo novo. Afinal, comprar usado não significa investir seu dinheiro em algo velho e que já não é mais capaz de aguentar a batida da rotina do motorista. Pelo contrário, há vários níveis de uso, então basta que o comprador pesquise bem antes de fechar negócio.

É possível encontrar caminhões usados, mas em ótima condição de conservação e prontos para serem usados para o trabalho do novo dono. Isso depende de cuidados do antigo dono, o que é feito com revisões frequentes, além da manutenção corretiva. Por isso, com algumas perguntas e uma análise criteriosa, é realmente possível encontrar um bom negócio, mesmo com um veículo usado.

O grande cuidado, no entanto, deve ser relacionado à origem desse caminhão. Se você não se sente seguro em relação a quem anuncia esse veículo, é bom não arriscar. Pode acontecer de, visualmente, estar tudo em ordem, mas com o início do uso, o caminhão apresentar defeitos. Se isso acontecer um tempo depois, já não há muito o que fazer para reaver o dinheiro pago.

No geral, comprar um caminhão usado pode ser muito vantajoso nos seguintes pontos:

  • o custo é bem menor que o de um novo;
  • mesmo comprando de outra pessoa, é possível financiar;
  • é possível comprar de pessoas conhecidas e confiáveis.

No entanto, fique atento a esses riscos:

  • por ser usado, o seu tempo de vida será menor;
  • problemas podem acontecer a qualquer momento, sem que seja culpa do antigo dono;
  • uma quilometragem alta pode resultar em falhas mecânicas.

Hora da escolha

Realmente, a escolha entre um caminhão novo e um usado não é algo muito fácil. Para ambos os lados há vantagens e riscos. Mesmo assim, se você consegue entender o que cada escolha envolve, já é um grande passo na decisão sobre como comprar um caminhão ideal para o seu trabalho.

Se dinheiro não é um problema ou se você está realmente disposto a investir na sua principal ferramenta de trabalho, talvez um caminhão novo seja a melhor opção. Agora, se a grana está curta ou se você tem exigências menores, o veículo usado tem tudo para atender muito bem!

Guia completo para ter segurança das estradasPowered by Rock Convert

Quanto às questões mecânicas e de desempenho, tudo depende de uma boa análise, de preferência feita com um mecânico de confiança. Ele pode ajudar a bater o martelo na hora de definir se o caminhão usado vale a compra. Agora, se você não quer nenhum risco, o novo garante isso!

Quais os tipos de caminhões para frete de carga?

Os tipos de cargas transportadas são um ponto importante e que deve ser levado em consideração ao procurar saber como comprar caminhão. Em alguns casos, o material manuseado tem restrições específicas, enquanto também há exigências que impactam o caminhão.

Por isso, antes de comprar um veículo, é importante saber o que há de específico nas cargas que você trabalha e de que maneira elas exigem do caminhão. Por exemplo, o transporte de cargas perigosas tem regras bem específicas, justamente para garantir a integridade do volume, do motorista e dos outros condutores pelas estradas.

A seguir, veja quais são os principais tipos de cargas e como elas influenciam a hora de saber como comprar um caminhão!

Medicamentos

Os medicamentos são cargas que requerem muitos cuidados quanto à conservação, já que são bem frágeis. Isso faz com que seja obrigatório o uso de um caminhão baú, todo fechado e que consegue dar esse nível de proteção a mais.

Também é exigida a refrigeração do compartimento, já que os medicamentos devem ser transportados dentro da temperatura ideal. Tendo baú, problema resolvido! O caminhão pode ser um VUC simples ou até mesmo um bitrem.

Cargas frágeis

De infinitas origens, as cargas frágeis contêm materiais dos mais variados tipos, sempre com uma necessidade a mais de cuidados de conservação. São clientes bastante específicos e que têm um trabalho maior de exigência, o que gera a necessidade de atenção por parte do caminhoneiro.

Além da direção mais cuidadosa e sem impactos, o caminhão-baú é indispensável. Um caminhão aberto também pode ser usado, desde que as cargas não tenham problema quanto à possibilidade de molhar.

Cargas vivas

O transporte de animais também exige caminhões capazes de realizar trajetos que não prejudiquem a integridade e a saúde das espécies. Por isso, modelos com carroceria semi-aberta, que permitam a ventilação, são os mais adequados nesse caso.

O modelo de carroceria boiadeira é recomendado, especialmente para animais de grande porte, como bois. No transporte de frangos e espécies menores, os trucks e as carretas podem ser uma boa opção de investimento.

Carga a granel líquida e sólida

A carga a granel tem bastante saída e, certamente, uma grande parte de quem busca saber como comprar caminhão trabalha com esse tipo de pedido. Elas podem ser líquidas ou sólidas, diferença que vai influenciar a hora de escolher o melhor caminhão.

A carga sólida, geralmente composta por grãos como trigo e milho, é transportada em caminhões de carroceria aberta, sempre com a cobertura de uma lona para carreta. O truck ou a carreta, por serem bem resistentes, são as melhores pedidas nesses casos.

Já as cargas sólidas de grande peso exigem mais da estrutura do caminhão, que tem que ser resistente ao máximo. Assim, o rodotrem e o bitrem podem garantir o tranco!

Quanto ao granel líquido, é necessário ter uma carroceria de tanque, muito comum no transporte de combustíveis. Nesse caso, truck e carreta são os ideais!

Veículos

Popularmente conhecidos como cegonhas, os caminhões que transportam veículos precisam ter uma estrutura bastante resistente. Além do peso dos carros, a parte que comporta esses veículos também tem um grande peso extra.

No caso do transporte de motos, o baú e a carroceria servem bem. Para transporte de máquinas agrícolas, por exemplo, o truck ou a carreta são ideais.

Carga seca

As cargas mais comuns possíveis são produtos que não exigem tanto de conservação e também não têm restrições na hora de serem transportados. A carroceria baú é a mais comum, já que é feita para qualquer tipo de produto que já esteja embalado.

No entanto, tudo depende de qual volume o motorista pretende carregar. Nesse caso, para produtos muito pesados ou em muitas unidades, um VUC e uma carreta LS servem bem.

Carga indivisível

São cargas muito grandes e extensas, por isso precisam de caminhões totalmente preparados para isso. A carroceria necessária é chamada de prancha, já que ela é aberta e simples, sem muitos adereços.

Ela é resistente e tem espaço suficiente para cargas de qualquer porte. É necessário, também, que o caminhão tenha um cavalo mecânico trucado, para suportar o peso.

Carga frigorífica

Assim como a carga de medicamentos, é preciso de uma carroceria fechada, nesse caso, o baú. Isso evita contaminação dos alimentos, além de possibilitar a refrigeração certa.

O que observar na hora de comprar um caminhão?

Se você busca saber como comprar um caminhão, certamente tem curiosidade sobre quais detalhes precisam ser observados nesse momento. De questões ligadas à documentação até a preservação do veículo, tudo tem um peso relevante nessa escolha.

A seguir, veja o que não pode ser ignorado e entenda como cada detalhe faz toda diferença!

Quilometragem

No caso de um veículo usado, é muito importante observar a quilometragem do caminhão, ou seja, o quanto ele já rodou por aí. Por mais que ele aparente estar novo, é só essa informação que vai dizer se realmente ele já esteve durante muito tempo nas estradas.

Avaliar isso leva à seguinte questão: quanto maior a quilometragem, maiores são os riscos de esse caminhão apresentar problemas rapidamente. Por mais que ele esteja bem conservado, o desgaste mecânico é natural e pode gerar problemas em um futuro próximo.

Funcionamento mecânico

É preciso ver o caminhão em funcionamento, se a escolha também for por um veículo usado. Um test-drive ajuda a entender se o desempenho é bom e se está dentro do que é esperado para aquele modelo. Na compra de um caminhão usado, é difícil que o dono se oponha a isso, até porque ele sabe que o futuro comprador precisa da garantia de bom funcionamento.

Um motor que não funciona bem, por exemplo, pode prejudicar seus planos sobre economizar combustível do caminhão, já que eles consomem mais. Isso pesa no bolso no futuro!

Agora, se a compra é por um veículo novo, é importante perguntar sobre todas as especificações em relação a motor e desempenho. É isso que vai garantir que o investimento será realmente capaz de aguentar o ritmo intenso das estradas e a exigência do transporte do seu tipo de carga.

Ano de fabricação

O ano de fabricação é outro importante detalhe nessa busca pelo seu novo caminhão. Se a sua escolha for por um veículo zero quilômetro, quanto mais recente, melhor. Essa é uma ideia natural e que está relacionada à potência e à tecnologia que foram aplicadas no caminhão. No entanto, não deixe de levar em conta que um ano a menos, por exemplo, é suficiente para deixar a compra mais barata.

Agora, se o veículo é usado, é claro que essa questão do ano de fabricação faz muito mais diferença. Mesmo com a manutenção sendo um ponto importante, o tempo em que ele está na estrada conta muito. Se você conseguir uma boa oferta em um mais recente e conservado, tenha a certeza de que esse é o melhor negócio que você poderá fazer!

Avarias visíveis

Fique de olho em todos os detalhes visíveis do caminhão! A durabilidade de pneus está ligada também à direção. Observe o estado de conservação deles e isso pode ajudar a entender como aquele motorista fez uso do veículo.

Também esteja atento à lataria e a qualquer outro detalhe que seja visível aos olhos. Qualquer problema simples ou superficial pode ser um motivo para que você negocie um desconto, no caso de veículos usados.

Não há muitos mistérios na hora de saber como comprar um caminhão, como você conferiu ao longo deste conteúdo. Agora, com essas dicas, você já está pronto para decidir a forma de pagamento, de acordo com suas finanças, o modelo, considerando os tipos de carga que você carrega, e entre um novo ou um usado, juntando todos os detalhes!

Gostou deste post? Quer ler mais conteúdos assim? Assine a newsletter e receba outros diretamente no seu e-mail!

E-book: Caminhoneiro - saiba o passo a passo para se tornar um microempreendedor individualPowered by Rock Convert
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *