Carregando, por favor aguarde
Cadastre-se e receba novidades
Assunto

Feirante

Como vender artesanato em feiras? Aprenda aqui!

como vender artesanato

Para quem gosta de produzir itens de arte e decoração, uma boa ideia é aprender como vender artesanato nas feiras. Essa pode ser uma ótima opção para expandir esse tipo de negócio e dar mais visibilidade aos seus produtos.

As oportunidades são variadas, afinal, há feiras para diversos nichos. Sem falar naquelas que funcionam regularmente em determinados dias da semana, em locais fixos.

Se você nunca participou de nenhuma e não sabe muito bem como começar, acompanhe o post e descubra o que fazer para vender as suas criações da forma mais atrativa e certeira.

Analise o público da feira

Antes de reunir a sua produção artesanal e se instalar em algum evento para apresentá-la, você precisa saber quem é o público que frequenta o local. Verifique se os seus itens estão entre as preferências das pessoas que costumam comprar lá.

Pesquise os detalhes conversando com a administração local, outros artesãos que já participam das exposições e até com compradores. Uma boa dica é frequentar o local e observar as bancas e que tipo de mercadoria está exposta, bem como informar-se sobre as marcas que participaram anteriormente.

Dessa forma, você consegue entender como funciona a organização da feira e se o seu artesanato se encaixa naquele perfil.

Selecione bem as peças que serão expostas

Depois de sondar o lugar para expor os seus produtos, é hora de reunir o material que será oferecido. Se você produz muitas coisas diferentes, procure escolher um determinado produto para um nicho, baseando-se nas informações colhidas durante a sua pesquisa no local eleito para vender.

Para não confundir o público, procure ser consistente na escolha do que será levado para a feira, optando por poucas variedades. Assim, fica mais fácil ser reconhecido pelo consumidor, já que o seu produto passa a ter mais chances de ser lembrado.

Outra sugestão é deixar os preços visíveis. Isso torna a experiência de compra do cliente mais satisfatória e livre, uma vez que ele não precisará perguntar quanto custa cada item, toda vez que se interessar por algo.

Cultive um bom relacionamento com os outros vendedores

Já se foi o tempo em que os concorrentes representavam ameaças à sua conquista de clientela. Hoje, o bom relacionamento com outros vendedores pode ser uma grande ajuda para impulsionar o seu próprio negócio. A troca de informações abre novas possibilidades, cria parcerias e fortalece o networking.

Muitas vezes, um produto que o seu colega ao lado não tem é exatamente o que você pode oferecer e vice-versa. Por isso, é muito importante manter contato e uma relação amistosa com os demais feirantes. Assim, vocês podem compartilhar clientes e lucrar em conjunto.

Leve um cartão de visita

Nem todos que visitam as feiras estão lá para comprar imediatamente. É muito comum que as pessoas queiram conhecer o ambiente antes de se decidir pela compra de produtos. Por isso, esteja preparado com um cartão de visita contendo os dados mais importantes para contato e visualização de um portfólio.

Se você cria artesanato personalizado, é interessante ter em mãos algumas fotos de itens que não estão disponíveis para pronta-entrega, mas que podem ser feitos depois. Isso também contribui para gerar mais vendas e conquistar novos clientes.

Capriche nas embalagens

Muita gente gosta de procurar presentes em feiras de artesanato em razão da variedade de itens diferentes dos industrializados, que podem ser encontrados em qualquer loja. As embalagens fazem parte do pacote e, muitas vezes, são mais atrativas que o próprio presente.

Aproveite para inovar nesse aspecto e crie algo diferente, personalizado e, de preferência, reutilizável e que converse com o conteúdo embalado. Lembre-se, ainda, de aproveitar essa chance para deixar a sua marca bem visível na embalagem. Assim, quando o cliente estiver passeando pela feira, ela poderá atrair o olhar de outras pessoas que poderão se interessar pelo que estão vendo.

Ofereça opções de pagamento

Hoje em dia, a opção de pagamento por meio de cartão está cada vez mais comum. As pessoas evitam perder tempo em filas de caixas eletrônicos e preferem pagar com o chamado dinheiro digital. É muito mais prático e acessível para todo mundo.

O mercado já oferece uma infinidade de opções de máquinas para pagamento com débito automático e cartão de crédito. Sem falar que as vantagens são bem maiores que trabalhar com cheque e dinheiro em espécie.

Contudo, é preciso ficar atento ao público que prefere pagar em dinheiro. Portanto, programe-se e reserve uma boa dose de troco em moedas e notas de valor mais baixo para não correr o risco de deixar de efetuar uma venda.

Anuncie a sua participação

As estratégias de marketing são muito variadas. No caso das feiras, muitas mantêm seus próprios meios de divulgação. No entanto, você pode dispor de um veículo extremamente eficiente e ágil: as redes sociais.

Faça um perfil e alimente aquelas que mais se alinham com o tipo de artesanato que você produz, como o Instagram, o Facebook e o Pinterest. Tire fotos da sua banca ao longo do dia, mostrando o movimento e a disposição dos itens, e em seguida poste na internet.

Ofereça, também, descontos e faça promoções para quem seguir a sua página. Enfim, use e abuse desse recurso. Ele pode ajudar a despertar o interesse das pessoas que estão ali e ainda não viram a sua barraca.

Personalize a sua banca

Além de instigar a curiosidade do público por meio da web, cuide do seu espaço físico da barraca. Personalize-o e o transforme em um local diferenciado, bonito, convidativo e aconchegante para receber os clientes.

Você pode levar mesas com cavaletes, araras, estantes interessantes, caixotes de madeira e outros tipos de displays que ajudem a expor os produtos com charme e, principalmente, a sua identidade no visual como um todo. Com isso, é possível demonstrar, ao mesmo tempo, bom-gosto e organização.

É interessante, ainda, incluir mimos com um toque emocional, como vasos de flores e porta retratos com mensagens motivacionais e acolhedoras. Capriche nas cores e nas texturas para atrair olhares e encantar as pessoas.

Vale apostar, também, em um cantinho na barraca com um banquinho ou uma poltrona e uma mesinha contendo biscoitos, água, cafezinho e outros agrados para acomodar as pessoas.

Hoje, o público está mais seletivo em suas escolhas e a procura já não fica restrita ao item isoladamente. A tendência é vender experiências acompanhadas dos produtos e das embalagens. As pessoas gostam de interagir, experimentar para depois comprar.

Essas são algumas sugestões de como vender artesanato na feira pode ser a oportunidade de construir um diferencial e ainda colocar a criatividade para funcionar. Assim, torna tudo mais lúdico e empático junto ao seu público de interesse.

Se você gostou e se identificou com essas dicas, provavelmente encontrará mais informações relacionadas nas nossas redes sociais. Então, siga-nos no Facebook, no LinkedIn, no YouTube e no Twitter.

Powered by Rock Convert
2 comments
    1. Loja Sansuy Blog

      Oi Fátima, que bom que gostou!! Continue nos acompanhando e fique por dentro das novidades.

      Att,
      Loja Sansuy.

Comments are closed.